sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

A DIFERENÇA ENTRE EVANGÉLICOS E CATÓLICOS


Existem muitas igrejas evangélicas que cada vez mais tornam-se parecidas com a ICAR – Igreja Católica Apostólica Romana. Todavia, mesmo assim, existem diferenças claras entre essas ramificações cristãs. Não quero aqui me deter nas semelhanças, principalmente das igrejas neopentecostais, que copiaram muitas práticas da ICAR para dentro de suas celebrações e liturgias.

Meu objetivo aqui é mostrar porque existe a igreja evangélica, porque a ICAR não conseguiu manter sua unidade no século 16 d.C., e porque os católicos romanos são sempre alvo da pregação evangélica. Que, com certeza, são seus ensinos divergentes com a Bíblia Sagrada.

A diferença entre estas ramificações cristãs, que se dividiram desde o século 16 d.C., serve de informação, esclarecimento e prova de que toda tentativa ecumênica do Concílio Vaticano II é vã exceto se a ICAR reconhecer que seus dogmas criados posteriormente a era apostólica e ao início da era patrística não são doutrinas cristãs ou apostólicas, mas heresias, ensinos desprovidos de serem Palavra de Deus.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

TEOLOGIA GAY – E O PARECER DO BLOG ANTI-HERESIAS


Intimidade entre iguais desafia a Igreja Evangélica
Compilação da revista Defesa da Fé número 22 (edição de maio/2000)
Texto: João Luiz Santolin e Júlio Severo

Quem vê as recentes conquistas do movimento gay [...] na mídia e na sociedade nem imagina que até a década de 1950 não havia nenhum movimento organizado por homossexuais em prol de seus “direitos”. Em apenas 50 anos, os homossexuais do aparente anonimato para o status de defensores dos direitos humanos. O fenômeno, ao contrário de muitos movimentos sociais, não foi espontâneo. O plano foi cuidadosamente engendrado e paulatinamente executado, visando à “homossexualização” da sociedade, objetivo bem expresso na frase “mundo gay”, cunhada pelos próprios militantes. E para neutralizar a oposição da Igreja, intelectuais e teólogos envolvidos na militância lançaram as bases do que hoje se chama “Teologia Cristã Gay”. Preocupado com a influência dessa Teologia, o ICP convidou o Movimento pela Sexualidade Sadia (MOSES) para refletir e produzir a matéria que ora chega até você. Boa leitura!

terça-feira, 27 de setembro de 2016

David Owuor prediz terremoto para o Brasil em 01.10.2016 - atualização 10.10.16



Entrei em contato por e-mail com a assessoria de David Owuor e fui prontamente atendido. E lhe fiz umas perguntas para que ele respondesse, mas até agora estou aguardando. Segue abaixo as perguntas feitas:

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

DÍZIMO, UMA POSIÇÃO BÍBLICA E EQUILIBRADA


Este texto tem por objetivo dirimir a problemática em torno do dízimo. O blog Anti-heresias tem procurado ao longo dos anos fazer uma apologia ao referido tema sob a perspectiva denominacional e dogmática; usando apenas a hermenêutica gramatical e teológica, sem, todavia, ir mais fundo na hermenêutica histórica/cultural. E quando decidi assim fazer, cheguei a assunto abaixo discorrido. Sei que muitos colegas pastores e líderes não vão apreciar totalmente o teor desse material, mas tenho o compromisso com as Escrituras. E disso não posso abrir mão, pois, embora seja um assunto secundário, as trevas da ignorância necessitam da luz da Palavra de Deus. E se posso fazer isso, eu não privarei aos necessitados a sua exposição.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

CONTRASTE ENTRE ARMINIANISMO E CALVINISMO



Faz um tempo que nosso blog precisava tocar neste tema, uma vez que ressurge a discussão que nunca foi resolvida no meio evangélico/protestante, um dilema, que muitas vezes têm causado um sectarismo inaceitável. Por um lado os calvinistas entrincheirando o cognome de “reformados” em seus territórios. Por outro, os arminianos pentecostais impedindo palestrante calvinista de ministrar sobre um assunto que não tem nada a ver com soteriologia, foi convidado, e depois barrado em cima da hora. Os arminianos não pentecostais ficam insuflando o assunto alegando que foi pouco diante do sectarismo preconceituoso causado ao arminianismo a décadas. Enfim, uma briga de família que dura a séculos. Daí vem os sites e blogs de apologia cristã evangélica/protestante tomando posicionamentos extremos jogando lenha na fogueira complicando ainda mais as relações. Então, estou aqui a postar este texto buscando pelo menos apaziguar os ânimos. Que Deus me ajude. Vamos lá:

terça-feira, 19 de julho de 2016

Augustus Nicodemus Lopes é barrado de palestrar na CPAD - atualização 21/07/16


Quando li a notícia pensei: não... isso deve ser um mal entendido. Mas, não é. A CPAD demostra com essa atitude uma editora tacanha e sem força de expressão. Cujos cabrestos são controlados por pastores ardilosos, politiqueiros e que pelo assunto que o Dr. Augustus Nicodemus iria falar só demostra uma cumplicidade como a heresia neopentecostal que se alastra dentro da Assembléia de Deus faz anos. E agora com essa nova onda neopentecostal de referendar "apóstolos" que seria refutada pelo palestrante barrado a CPAD se afasta flagrantemente da apologética cristã.

É um momento de refletirmos minha gente. Como as pessoas são tão imaturas a chegar nesse nível. Infelizmente, é isso que estamos vendo. Meia dúzia de pastores da Igreja Assembléia de Deus movidos por um sentimento sectarista para impedir que o "calvinista" falasse em reduto "arminiano". Um assunto que não tinha qualquer conteúdo soteriológico. Mas, que povo infantil! Desde quando arminianismo e calvinismo foram doutrinas essenciais do cristianismo? É triste assumir a realidade, mas tenho que dizer: ainda estamos muito longe de uma unidade fraternal. O que me vem na mente são as sábias palavras de Agostinho: "Nas coisas essenciais, unidade, nas coisas não essenciais, liberdade, e em todas as coisas, amor". E o que me impressiona é que discorrendo sobre isso Norman Geisler, no livro da CPAD "Razões para Crer" no capítulo seis, com o título "As Doutrinas Essenciais da Fé Cristã" não apresenta nem arminianismo e nem calvinismo como doutrinas essenciais da fé cristã. Mas, alguns pentecostais enciumados resolveram influenciar a CPAD para não deixar o tradicional falar sobre um assunto que não tinha nada há ver com o pentecostalismo histórico.

O que poderia ser? Uma negação aberta ao calvinismo? Ou um apoio claro ao neopentecostalismo? Bom, diante do tema que o pastor presbiteriano ia falar, a segunda pergunta é mais provável.

Fonte: Púlpito Cristão

Eu fico me perguntando nessa hora: cadê os apologistas da IAD? Tanta gente boa: Raimundo de Oliveira, Antonio Gilberto, Ciro Sanches, Esequias Soares, Abraão de Almeida, etc. Porque não conseguiram corrigir diplomaticamente essa furada da CPAD onde o palestrante ia tratar de um assunto concernente a apologética?

O Rev. Augustus Nicodemus ia palestrar sobre um assunto tão controverso, necessário, oportuno, escreveu um livro falando já sobre isso conforme imagem abaixo da capa do livro:


Sinceramente, é uma vergonha essa atitude da CPAD e o pensamento fechado dessa meia dúzia de pastores da Igreja Assembléia de Deus que, com certeza, não representa a voz da maioria dos pastores desta denominação.

Gente de Deus me explica isso... Augustus Nicodemus não pode palestrar na CPAD, mas René Kivitz (universalista) pode?



Isso é o cúmulo da incoerência! Aí os apologistas da Igreja Assembleia de Deus se pronunciam: Veja postagem na CPAD news

Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

EM DEFESA DA TEOLOGIA


Muitos cristãos evangélicos pensam que a teologia é um instrumento de destruição da fé. E os seminários teológicos para muitos virou lugar de desencanto, morte da fé e cria de inimigos da igreja local. Mas, será que em toda a história de teologia sempre foi assim? O que houve do tempo dos "pais da igreja" ou dos reformadores até os nossos dias para que a reputação da teologia estivesse tão em baixa? Quem já não ouviu a frase: "cuidado irmão, a letra mata viu!". Eu já escutei um seminarista me dizer: "rapaz, depois daquela aula de teologia, me deu vontade de ir num bar encher a cara". Infelizmente, para muitos pertencentes à igreja de Jesus "teologia" tornou-se um termo pejorativo. E o teólogo, é assemelhado aos "fariseus", "escribas" e "doutores da lei" do tempo de Jesus reprovados fortemente por ele em Mateus 23. Todavia, ninguém se lembra de José de Arimatéia, membro do Sinédrio e nem do apóstolo Paulo, o fariseu. Autor da metade dos volumes do Novo Testamento. Esdras, que era sacerdote e escriba, não foi do tempo de Jesus, mas é um referencial de fé e piedade para nós. Esquecemos-nos que foram os escribas que nos deixaram o legado do Antigo Testamento em nossas mãos (60% da Bíblia Cristã); o que eram os copistas do Novo Testamento senão pessoas que faziam um serviço semelhante ao dos escribas? O que fazem as editoras e as casas publicadoras hoje senão o antigo serviço artesanal dos escribas? São milhões de produções da Bíblia em vários idiomas. De certo modo, somos todos escribas, pois temos acesso a Bíblia, nós carregamos a Bíblia e reproduzimos cópias dela por todo o mundo. Pois é, estamos diante de uma problemática que precisa ser esclarecida ao público cristão evangélico e demais grupos  religiosos interessados no assunto.

E para esta tarefa tão complicada de resgatar a simpatia para teologia novamente, preciso estabelecer alguns questionamentos para que possamos nos orientar:

terça-feira, 7 de junho de 2016

TEMPO DA PURIFICAÇÃO DO SANTUÁRIO - uma análise teológica e apologética da escatologia adventista


“Depois, ouvi um santo que falava; e disse outro santo àquele que falava: Até quando durará a visão do sacrifício diário e da transgressão assoladora, visão na qual é entregue o santuário e o exército, a fim de serem pisados? Ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado”. (Dn.8.13,14 ARA)

ERRO DA INTERPRETAÇÃO

Esta profecia de Daniel já deu problemas sérios na história, Guilherme Miller, por exemplo, deu uma interpretação bem extravagante sobre este texto. Ele interpretou estas 2.300 tardes e manhãs como 2.300 dias, e que esses dias eram anos. A terra era o santuário de Deus e estava profanado pelos homens ímpios e que este seria purificado e em seguida Jesus viria para buscar a sua igreja. Sendo, portanto, 2.300 anos o período que levaria para essa purificação. Pois bem, ele tomou o verso supracitado e associou a Daniel 9.25 para estabelecer a data inicial da contagem, onde diz: “Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém...”. Então, tendo como base o texto de Esdras 7.21-26, um decreto dado por Artaxerxes I para que Esdras fosse ornar o templo (v.27), e isso se deu em 457 a.C., ele passou a projetar um cálculo que o levaria até a tal “purificação do santuário”. Guilherme Miller acreditava piamente que o santuário era a terra, e que Jesus viria realizar a sua purificação. Assim, tomando o ano de 457 a.C. e subtraindo-o de 2.300 anos ele encontrou uma data: 1843 d.C. O Ano passou e Jesus não veio. Ele refez novamente os cálculos na seguinte forma: de 457 a.C. até o ano 1 d.C., passou-se 456 anos. De 2.300 anos subtraindo 456 anos apareceu uma nova data: 1844. Sua interpretação de Dn.8.14 tornou-se bem famosa na época; multidões a aderiram e acreditavam que realmente Jesus viria naquela época. Foi assim que surgiu o Movimento Millerista, “nome derivado de Guilherme Miller (1782-1849), um fazendeiro de Nova York que predisse a data da volta de Cristo. Ele conseguiu reunir um número significativo de seguidores, especialmente depois que se tornou mais preciso em seus cálculos”. (Dicionário de Religiões, Crenças e Ocultismo. Editora Vida. Edição 2000, por George A. Mather e Larry A. Nichols, p.319,320). Também conhecido como o “Movimento do Advento [...] que surgiu na metade do século 19, enfatizando o retorno de Cristo [...] Miller anunciava a volta de Jesus para 21/03/1843. Estudando o capítulo 8 de Daniel, que fala do Santuário de Deus que seria profanado e depois purificado, ele interpretou que o Santuário fosse a Terra, e que a purificação e se daria com a volta de Jesus. Falhando na previsão, remarcou a data para 22/10/1844. Nada aconteceu. Miller abandonou suas idéias proféticas, retornando para sua igreja de origem. A decepção foi geral. Muitos abandonaram essas idéias apocalípticas”. (idem, p.192).

O cálculo de Miller foi um erro em três pontos:

quarta-feira, 25 de maio de 2016

UMA EXPLANAÇÃO DA DOUTRINA TRINITARIANA - atualizado em 15.08.16


O nosso conceito de TRINDADE é declarado assim: “Creio em um só Deus eternamente subsistente em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo”. (Igrejas Assembléias de Deus) Temos também outros modelos como: “Há um só Deus eterno, poderoso e perfeito, distinto em sua trindade: Pai, Filho e Espírito Santo”. (Instituto Cristão de Pesquisas). E também: “Há três pessoas na Divindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo; estas três pessoas são um só Deus verdadeiro e eterno, da mesma substância, iguais em poder e glória, embora distintas pelas suas prioridades pessoais”. (Catecismo Maior de Westminster); etc.

Eu fico pensando como é que pessoas que nasceram praticamente ontem, diante dos milênios onde a doutrina da trindade foi definida, ficam retrucando contra a verdade incontestável de que Deus subsiste em três pessoas? Escreva um 3 em uma folha de papel e me diga quantos números têm? Pois é, infelizmente a mente fechada das pessoas e a arrogância de não aceitar e nem respeitar o que pessoas que existiram antes de nós já resolveram é de uma insensatez sem tamanho. Não aceitar aquilo que as Escrituras revelam e partir pelo caminho da razão e não da fé é apostasia. Querem rediscutir o que já foi tenazmente discutido. Uma derrocada tentativa que jamais prevalecerá. Nem mesmo o imperador Constantino que baniu Atanásio aos confins de Roma, por defender a doutrina da trindade enquanto o arianismo dominava a cabeça de quase todos, a verdade não pôde ser calada. A lucidez veio as mentes, e a igreja compreendeu e em sua homenagem registrou-se o credo...

segunda-feira, 25 de abril de 2016

ALGENOR DUQUE - alguém precisa dizer pra ele que o cânon da Bíblia encerrou-se



Francamente, alguém precisa dizer para esse homem que o cânon da Bíblia encerrou-se. Onde e quando um profeta ou apóstolo ainda existe? E para fundamentar o quê? As Escrituras são bem claras: "edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, sendo o próprio Cristo Jesus a principal pedra de esquina". (Ef.2.20 AXXI). A igreja está edificada sobre o fundamento apostólico e profético, não vejo porque e para o que pessoas como este Algenor Duque se acha nesta condição uma vez que a igreja já está a mais de 2.000 anos edificada. O que ele quer? Fundamentar o quê?

quarta-feira, 13 de abril de 2016

A PROBLEMÁTICA DO DÍZIMO


Para os desigrejados (quem não faz parte de uma igreja local ou denominação), qualquer sistema de contribuição com a instituição religiosa é visto com antipatia, pois são esses recursos que mantêm a instituição eclesiástica. Para alguns igrejados (que pertence a uma igreja local ou denominação) o dízimo não tem sido dado a devida atenção, em virtude dos desafetos com o abuso dos líderes eclesiásticos, criou-se uma repulsa aos assuntos relacionados a dinheiro, dízimos, contribuições para uma igreja local.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

A DIFERENÇA DA GUARDA DO SÁBADO JUDEU PARA GUARDA DO SÁBADO ADVENTISTA


Aparentemente pensamos que a guarda do sábado judeu e adventista trata-se da mesma coisa. Entretanto, existe uma diferença relevante entre ambos os lados e é preciso ser exposto aqui para que as pessoas venham conhecer. Olhando rapidamente não percebemos nenhuma diferença, mas quando entramos nos alicerces onde se fundamenta tais observâncias, veremos que não são idênticas. Vejamos a seguir:

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

APRENDA O QUE É O ISLÃ - UMA RESPOSTA AO PRESIDENTE OBAMA



Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

EXISTE DOM DE APÓSTOLO E PROFETA EM NOSSOS DIAS?



Se você entrar no site do CONSELHO APOSTÓLICO BRASILEIRO vai encontrar um trecho que nos chama bastante a atenção sobre nosso assunto, o referido conselho se diz ser: "... um colegiado representativo das igrejas do movimento de Restauração Apostólica e Profética, que foi fundado no dia 07 de Março de 2005, na cidade de São Paulo, quando se reuniram cerca de 45 apóstolos e profetas, que contavam com um reconhecimento nacional". (o grinfo em negrito é meu). E se você for pesquisar, vai encontrar vários argumentos defensores da existência de apóstolos e profetas em nossos dias. Como por exemplo na Rede Apostólica Cristã outros propõe uma Reforma Apostólica Será que essa nova fase do neopentecostalismo está certa? A primeira fase veio com a heresia da Teologia da Prosperidade, Confissão Positiva, Maldição Hereditária, etc. Assuntos abordados aqui aqui e aqui no blog. A segunda fase veio com a unção de Toronto (o famoso reteté). Também abordado aqui no blog. A terceira fase vem agora como Movimento de Restauração Apostólica e Profética. Parece que vou ter que atualizar minha postagem sobre A Diferença entre Pentecostais e Neopentecostais Poxa, esses neopentecostais inventam de mais.

domingo, 18 de outubro de 2015

EXISTE BASE BÍBLICA PARA COBERTURA ESPIRITUAL? AVALIAÇÃO DO DEBATE



Pontos a considerar sobre o debate:

1) O apresentador do programa pede ao “apóstolo” para dar um exemplo bíblico sobre cobertura espiritual. Então ele se aproveita da cena de abertura do programa onde fala da batalha de Refidim, conforme Êxodo 17.8-13. Que registra Moisés segurando a vara e fica a interceder pelo povo de Israel até o fim da batalha. Porém, o texto está fora de contexto da realidade de liderança cristã. Pois, Moisés não era só um líder espiritual do povo de Israel, mas ele era um mediador. E dentro da Nova Aliança essa atribuição desaparece. Jesus Cristo assume plenamente e suficientemente essa atribuição (ver 1Tm.2.5).

terça-feira, 1 de setembro de 2015

MINHA TEODICEIA (atualização 27.11.15)





















Teodiceia é um termo derivado do título da obra Ensaio de teodiceia de Leibniz que justifica a existência de Deus a partir da discussão do problema da existência do mal e de sua relação com a bondade de Deus (1). Leibniz foi um filósofo, cientista, matemático, diplomata e bibliotecário alemão. E como filósofo ele escreveu Teodiceia em 1710 (2). E pensando nisso resolvi dissertar também sobre o assunto. Pois, vejo muitas pessoas descrentes questionarem a existência de Deus por causa da existência do mal. Já me perguntaram: “Se Deus existe, porque há tanta dor e sofrimento no mundo?”. Há também muitos crentes que se abalam na fé quando o mal lhes sobrevém, e ficam questionando a bondade divina.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Louvor na congregação da Nova Aliança














O louvor na congregação da Nova Aliança tem um foco na pessoa de Jesus Cristo. E esse louvor é bem mais voltado ao imaterial do que no uso de símbolos como ocorria na Antiga Aliança. Vindo Cristo, muita coisa de uso do Antigo Testamento cai em desuso ou transfere os seus valores (cf. Hb.10.1a). Tipo: o sacerdote deixa de existir, e entra cada cristão como sacerdote (cf. 1Pe.2.9); o templo é substituído pelo próprio corpo e vida do cristão (cf. 1Co.3.16,17), o sacrifício de animais cai em desuso vindo o perfeito sacrifício de Jesus na cruz (cf. Hb.10.12); o sacrifício da igreja agora é de louvor ao Senhor (cf. Hb.13.15), sacrifícios espirituais (cf. 1Pe.2.5); etc.

sábado, 18 de julho de 2015

Lançamento, uma refutação a crença adventista














Interessados em adquirir e ler a obra é só entrar AQUI

Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

sábado, 11 de julho de 2015

COMUNICADO atualização em 22.10.16










Venho informar aos usuários deste blog que os links para downloads disponíveis no lado direito da tela estiveram fora do ar. Pois, o site de dados onde eu tinha guardados os arquivos deu problema e não estava mais baixando-os. Porém, transferi os arquivos para um outro. Fiz os testes e está funcionando legal. 

Só lembrando que quando você clicar no link que queira baixar vai abrir a página do site contendo opções variadas. ESCOLHA O BOTÃO "download".

Saudações em Cristo Jesus.

22.10.16

Quando adaptei o blog para compartilhar com o WhatsApp e uso de celulares os link para downloads foram removidos. Estou vendo esse problema.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

DOGMAS EVANGÉLICOS















Texto introdutório: 

“Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? Pois não lavam as mãos, quando comem. Ele, porém, lhes respondeu: Por que transgredis vós também o mandamento de Deus, por causa da vossa tradição? Porque Deus ordenou: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser a seu pai ou a sua mãe seja punido de morte. Mas vós dizeis: Se alguém disser a seu pai ou a sua mãe: É oferta ao Senhor aquilo que poderias aproveitar de mim; esse jamais honrará a seu pai ou a sua mãe. E, assim, invalidastes a palavra de Deus, por causa da vossa tradição”. (Mt.15.2-6).

sábado, 31 de janeiro de 2015

O erro da pregação evangélica atual



Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Manuscrito achado do Novo Testamento com data entre 80 e 90 d.C. Um tapa na cara dos sectários, liberais e neo-ortodoxos.

Fico indignado com certos "professores" de seminário teológico que ficam fazendo afirmações absurdas sobre a Bíblia e aproveitando-se do silêncio da arqueologia em certos assuntos. Mas, dessa vez se deram mal.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

ISLAMISMO E TERRORISMO, PALAVRAS IDÊNTICAS



Francamente, depois do atentado terrorista a revista francesa, as autoridades mundiais ainda insistem em teimar que o islã não tem nada haver com o terrorismo. GENTE, que ignorância! Leiam o Alcorão. Há citações claras de apoio a MATAR pessoas contrárias a fé islâmica.

Mais informações, confira: aqui aqui e aqui

Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

sábado, 3 de janeiro de 2015

A DIFERENÇA ENTRE EVANGÉLICOS E TESTEMUNHAS DE JEOVÁ


Muita gente não Evangélica e não cristã pensa que as Testemunhas de Jeová se tratam de um mesmo segmento. Na imprensa e noutras mídias no geral infelizmente fazem essa mistura. Na verdade, as Testemunhas de Jeová é uma facção do protestantismo evangélico. Onde Charles Taze Russell (1852-1916), dissidente da Igreja Presbiteriana, deu início junto com amigos ao pequeno grupo conhecido como “Estudantes da Bíblia”. Foi ele quem começou a publicar a conhecida revista tão distribuída pelas Testemunhas de Jeová hoje: A Sentinela.

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

SOLA SCRIPTURA (somente a Escritura)



Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

RESPOSTA A SÉRIE FANTÁSTICO: JORNADA DA VIDA





Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

EDIR MACEDO E SILAS MALAFAIA SÃO DA MAÇONARIA?


Bom, é o que diz no site de notícia gospel. Segue abaixo a compilação do texto postado no site:

O nome do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus foi incluído em uma lista polêmica. Criada pela Loja Maçônica Mestre Chico Abílio (número 4246), do Estado do Piauí, o título da relação é “110 Maçons Ilustres do Grande Oriente do Brasil” e foi publicada no site da Loja.

Inconformado, o bispo Macedo pediu que seus advogados agissem. Ele afirma que “não é e nunca foi maçom”. Através de uma Notificação Extrajudicial, a Universal exigiu que o nome de Edir fosse retirado da lista. O portal Gospel Prime verificou que a loja maçônica não retirou a postagem do ar, nem publicou uma retratação.

O Departamento de Comunicação Social da Universal (UNIcom) usou o site oficial da igreja para mostrar que a inclusão do nome de Macedo “causa danos à sua imagem e honra perante seus fiéis, diante da incompatibilidade das filosofias pregadas” pela sua Igreja e a Maçonaria.

O nome de Edir Macedo aparecia em 27º lugar, enquanto o do pastor Silas Malafaia está em 99º. A lista segue uma ordem alfabética, não de importância. Existem dezenas de políticos, intelectuais e personalidades históricas no rol. Muitos já são falecidos. A lista foi compilada por Sebastião Wagner Pereira Alves, venerável [líder] da loja Chico Abílio, que credita como suas fontes de sua pesquisa “jornais, revistas e sites da internet”.

Até o momento o pastor Silas Malafaia não se manifestou publicamente sobre o assunto.

Fonte. Gospel Prime

Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br

Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

PROPOSTAS DE REFORMAS DA IGREJA INSTITUCIONAL - PARTE FINAL



Trechos de minha monografia sobre os "Desigrejados":

Não se pode ficar inerte e alheio à derrocada da instituição cristã. As Escrituras dizem: “Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, quer seja ao rei, como soberano”. (1Pe.2.13). Ora, se a Palavra orienta a sujeitar a autoridade ou instituição “humana” quanto mais à instituição criada, organizada e utilizada pela igreja orgânica. A igreja de Cristo na terra, em suas congregações, deve buscar se renovar. Buscar uma reforma em seu funcionamento focando-se mais na Palavra de Deus e em suas doutrinas, minimizando mais os seus dogmas. Enfim, é necessária e urgente a reflexão séria na busca de ideias que devam ser implementadas como uma “luz no fim do túnel” para a sofrida igreja cristã:

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

SOLA FIDE (somente a fé)
















“Reafirmamos que a justificação é somente pela graça, somente por intermédio da fé e somente por causa de Cristo. Na justificação a retidão de Cristo nos é imputada como único meio possível de satisfazer a perfeita justiça de Deus. Negamos que a justificação se baseie em qualquer mérito que em nós possa ser achado, ou com base numa infusão da justiça de Cristo em nós; ou que uma instituição que reivindique ser Igreja, mas negue ou condene o princípio da sola fide, possa ser reconhecida como Igreja legítima”.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

PROPOSTAS DE REFORMA DA IGREJA INSTITUCIONAL - PARTE III














Trechos de minha monografia:

Por um fim a disputa denominacional 
“A maioria das igrejas cresce por competição e não pela evangelização e, com isso, o Reino de Deus não cresce. Só se muda o peixe de aquário”. (ROMEIRO, 2014). Esta frase tão contemporânea e cada vez se aplica a mais igrejas. Muitos líderes evangélicos hoje não querem mais ganhar vidas para Cristo. Querem membros. E, se possível, já batizados e dizimistas constantes. A igreja caiu no mundo indecoroso do proselitismo. Vive-se uma era de disputa entre líderes evangélicos. A luta não é contra o reino das trevas, o mal ou o mundo, o proselitismo ofusca essa visão em muitos líderes religiosos. 

Se há o desejo de uma reforma na instituição religiosa, tem que se resgatar o amor e compaixão pelas vidas não convertidas, não cristãs. Deixar de assediar membros pertencentes a outras igrejas e praticar o evangelismo genuíno: proclamar o evangelho de Cristo ao ímpio. 

Consequentemente com sua conversão, discipular e batizar esse novo cristão. É interessante realizar uma análise da origem dos membros. Contabiliza-se quantas vidas foram batizadas em determinada denominação desde os primeiros anos de sua fundação e depois observa-se quantos membros existem nessa instituição hoje. Se o número de membros for superior aos que foram batizados, estes são membros oriundos de outras denominações.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

PORQUE NÃO EVANGELIZAMOS?













Leituras bíblicas iniciais: Romanos 10.14,15; Marcos 16.15; 2Timóteo 4.2.

Cada dia temos percebido que evangelizar vem sendo uma prática escassa nas igrejas cristãs. Mas, a que fato deve isso? O que tem acontecido com a igreja de uns tempos pra cá que tal mandato de Cristo vem sendo protelado e até mesmo esquecido por muitos evangélicos?

Vou numerar aqui alguns motivos que consigo ver na vida da igreja atual:

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

TRISTE REALIDADE:


Quanto mais tentamos esclarecer o público evangélico mais os caras pegam pesado. Aff!

Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

AO DEUS DESCONHECIDO













Uma exposição crítica contra o agnosticismo (compilação da revista Defesa da Fé, n.78).

“porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais não o conhecendo é o que eu vos anuncio”. At.17.23

Será possível conhecer Deus?

sábado, 11 de outubro de 2014

Por que existe a Teologia da Prosperidade?














Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

sábado, 4 de outubro de 2014

PT - UMA AMEAÇA A DEMOCRACIA


Artigo compilado do site Gospel Prime: "Economista alerta que a reeleição de Dilma ameaça a democracia".

Em entrevista ao Gospel Prime, o economista e pensador liberal Rodrigo Constantino declara que a reeleição de Dilma Rousseff representaria um “risco para a democracia” e a “continuação da decadência de valores” promovida pelo atual governo.

Presidente do Instituto Liberal, Rodrigo Constantino atua no setor financeiro desde 1997 e é colunista de importantes meios de comunicação como a revista Veja e o jornal carioca O Globo. Ele é conhecido por suas críticas ácidas ao PT e à esquerda em geral.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

PROPOSTAS DE REFORMA DA IGREJA INSTITUCIONAL - PARTE II

Trechos de minha monografia sobre os desigrejados:

Voltar ao evangelho puro e simples

O evangelho tornou-se impuro tal e qual o evangelho do catolicismo romano. Impuro porque seus valores foram soterrados por muitos pensamentos pagãos e mundanos. E também complicado, porque a igreja evangélica adicionou vários dogmas que sufocam a fé.

O que muitos desses “desigrejados” estão fazendo é na verdade um “nado” para cima em buscar de ar em meio a um oceano de invencionices humanas dentro da instituição. Cheias de ganância, interesses pessoais, heresias, ciúmes, autocracia, tática comercial e até insanidade mental. A proposta de muitos remanescentes da igreja institucional é voltar ao evangelho puro e simples de Jesus. E para isso:

sábado, 27 de setembro de 2014

A FIGURA DE MARIA - UMA RESPOSTA AOS CATÓLICOS ROMANOS



Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

APÓSTOLOS

É o fim da heresia apostólica. Com certeza será uma boa e bem vinda refutação ao movimento apostólico herético brasileiro e norte americano.



Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br

Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

sábado, 6 de setembro de 2014

A IGNORÂNCIA DA IGREJA



Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

PROPOSTAS DE REFORMA PARA A IGREJA INSTITUCIONAL - PARTE 1



Esse texto é parte de minha monografia intitulada: "Desigrejados", da faculdade de bacharel em teologia que conclui. Deixo aqui uma das várias propostas tendo em vista a redenção da igreja institucional.

A famosa contagem do IBGE, censo de 2010, consta aproximadamente 42 milhões de evangélicos. Entretanto, consta-se que quase 13 milhões desse grupo consideram-se não pertencer a denominação alguma.

Enfim, o problema é grave, e trago nessa postagem apenas uma das várias mudanças ou reformas necessárias para que a igreja institucional venha a sobreviver. Felizes os líderes que levarem a sério esse meu texto.

sábado, 30 de agosto de 2014

Unção do riso, cair no poder de Deus e reteté: o recado de David Wilkerson!


Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Culto, ou Show? O recado de Charles Spurgeon


Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A DOUTRINA DA SANTIFICAÇÃO E AS AMEAÇAS DA TEOLOGIA CONTEMPORÂNEA


1.O CERNE DA DOUTRINA DA SANTIFICAÇÃO

O que se sabe da teologia sistemática é que na doutrina da salvação consta também a doutrina da santificação. Isso porque é um assunto correlato, assim como também a doutrina da regeneração e justificação. Chama-se de “experiência da salvação”. Aquilo que acontece com o cristão convertido.

A doutrina da santificação é uma das mais belas obras divina quando alguém é alcançado pela graça salvadora. É a santificação que vai trazer ao pecador arrependido a purificação de seus pecados cometidos durante sua vida pregressa. Trazendo-lhe a possibilidade de poder desfrutar da santidade de Deus, preparando e tratando de seu ser até o dia de sua partida desta vida ou até a vinda de Cristo. A Bíblia diz: “porque, por meio de um único sacrifício, ele aperfeiçoou para sempre os que estão sendo santificados”. (Hb. 10.14 NVI). E também: “aos chamados, santificados em Deus Pai, e conservados por Jesus Cristo”. (Jd.1.1b ARC). Ainda: “Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus”. (Fp.1.6 ARA). Por fim: “E a paz de Deus, que ultrapassa todo entendimento, guardará o vosso coração e os vossos pensamentos em Cristo Jesus”. (idem 4.7 KJA).

sábado, 26 de julho de 2014

SAÍDA DE EX-MEMBRO DA IGREJA LOCAL DE DONG YU LAN

Primeiramente gostaria de deixar claro que eu desejava fazer um Estudo acadêmico e melhor referenciado, porém eu não disponho de tempo para tal. Quem sabe, no futuro, eu possa fazer e compartilhar com os amigos.

Assim, premido pelo compromisso de minha declaração no Facebook acerca deste assunto, vou tentar, dentro de minhas forças, apresentar algo sobre estes sistemas religiosos que induzem ao erro, os quais eu tive contato direto ao longo de mais de 20 anos.

terça-feira, 1 de julho de 2014

IMORTALIDADE DA ALMA E RESSURREIÇÃO


Deixo-vos abaixo a cópia de minha apostila do ensino que dei na 1a Conferência sobre a Vinda de Cristo realizada na congregação em que faço parte. Deixo esse material a disposição dos acadêmicos, apologistas e demais religiosos para produto de citação e estudos. Tenham bom proveito.

terça-feira, 3 de junho de 2014

MONARQUIANISMO E O PROBLEMA TRINITÁRIO



O monarquianismo tem a sua origem da controvérsia trinitariana entre os bispos Ário e Atanásio e da confusão teológica que havia na Igreja para definir didaticamente a doutrina da Trindade. O bispo Ário negava a divindade de Jesus, já Atanásio defendia. Mas, ele ganha força e nome com um bispo da Igreja chamado Sabélio, que negava a doutrina da Trindade explanada por Tertuliano. O cognome mais primitivo do monarquianismo atribuísse a Sebélio, formulando-se “sabelianismo”. Sabélio opôs-se ao ensino ortodoxo da Trindade Essencial, defendendo a doutrina da Trindade Econômica. Deus, disse Sabélio, teria uma substância indivisível, mas dividido em três atividades fundamentais, ou modos, manifestando-se sucessivamente como o Pai (criador e legislador), Filho (o redentor), e o Espírito Santo (o criador da vida, e a divina presença no homem). Efetivamente Sabélio negava "qualquer distinção entre os termos substância (ousía) e hipóstase (hypóstasis) aplicáveis às três pessoas na trindade, de tal modo que, entre elas, não existiria nenhuma diferença, uma vez que são perfeitamente iguais. A sua fama iniciou-se quando foi para Roma, tornando-se líder daqueles que aceitaram a doutrina do monarquianismo modalista. Foi excomungado pelo Papa Calixto I em 220.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

O que deve ser cantado na congregação?



Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

O EVANGÉLICO SABOR DE MEL












Sua vida gira em torno de uma busca frenética por vitórias, campanhas de conquistas, por sentir algo de Deus. É produto midiático de pastores virtuais da TV e rádio. Suas orações não constam a frase "seja feita a tua vontade". Sua fé é baseada em frases prontas e sem qualquer conhecimento de causa. Apenas resultado de efeitos produzidos por teologias modernas e nada ortodoxas. Sua contribuição financeira em sua congregação é dada não com base na generosidade, gratidão ou fé. Mas, no anseio da barganha divina por estar dando dízimo ou oferta. Suas canções prediletas são aquelas pautadas na motivação, autoestima e triunfalismo. Não evangeliza ninguém, sua prática de evangelização consiste em flagrante proselitismo. Conhece superficialmente a mensagem do evangelho, desconhece totalmente os cinco pontos da reforma protestante. Discipular alguém nem passa por sua lembrança. Sua visão de igreja consiste meramente no prédio onde tem uma placa denominacional. Toda a responsabilidade de ser igreja é centrada na figura pastoral que é vista como “sacerdote” do Antigo Testamento em detrimento do: “consolar uns aos outros”, “amar uns aos outros”, “edificar uns aos outros”, “admoestar uns aos outros”, “honrar uns aos outros”, “servir uns aos outros”, “suportar uns aos outros”. Não tem maturidade se quer para discernir entre o bem e o mal. Precisa de uma listinha do que pode e não pode fazer publicada pelo vidente idolatrado do monte. Quem sabe você que ler esse texto, com muita má vontade (por ser fortemente pragmático), não seja esse tipo de evangélico?


Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.